Eu tinha tantas palavras… mas não tinha coragem.
He Is We (via mal-educado)

(via mal-educado)

Tem algo em mim que não me deixa desistir. E de certa forma, eu agradeço.
 Enunciavel.    (via hisend)

(via semascaras)

E eu estou chorando agora, mas principalmente de raiva por a gente ter que mendigar carinho pra se sentir uma boa pessoa. Se ninguém nos telefona, se ninguém vem à nossa casa, se ninguém aceita o nosso jeito, parece que a gente não existe, parece que as coisas deram errado, e não deram. Sou uma pessoa bacana, forte, generosa, não deveria precisar que ninguém me aplaudisse, mas a gente precisa dos outros, precisa que eles demonstrem que nos admiram, mesmo que estejam fingindo.
Martha Medeiros.    (via atraidor)

(via atraidor)

Já perdoei erros quase imperdoáveis; tentei substituir pessoas insubstituíveis e esquecer pessoas inesquecíveis; já fiz coisas por impulso; já me desiludi com pessoas que nunca imaginei que me desiludiriam; mas também desiludi alguém; já abracei para proteger; já ri quando não devia fiz amigos eternos e amigos que nunca mais vi; amei e fui amado mas também fui rejeitado; fui amado e não amei; já gritei e saltei de tanta felicidade, já vivi de amor e fiz promessas eternas; mas também me magoei muitas vezes; já telefonei só para ouvir uma voz e apaixonei-me por um sorriso; já pensei que fosse morrer de tanta saudade; tive medo de perder alguém especial (e acabei por perder). Mas vivi! E ainda vivo! Não passo pela vida e também tu não deverias passar! Bom é lutar com determinação, abraçar a vida com paixão, perder com classe e vencer com ousadia. Porque o mundo pertence a quem se atreve e a vida é muito para ser insignificante.
Vive!’
Augusto Branco.    (via atraidor)

(via atraidor)

Já perdoei erros quase imperdoáveis; tentei substituir pessoas insubstituíveis e esquecer pessoas inesquecíveis; já fiz coisas por impulso; já me desiludi com pessoas que nunca imaginei que me desiludiriam; mas também desiludi alguém; já abracei para proteger; já ri quando não devia fiz amigos eternos e amigos que nunca mais vi; amei e fui amado mas também fui rejeitado; fui amado e não amei; já gritei e saltei de tanta felicidade, já vivi de amor e fiz promessas eternas; mas também me magoei muitas vezes; já telefonei só para ouvir uma voz e apaixonei-me por um sorriso; já pensei que fosse morrer de tanta saudade; tive medo de perder alguém especial (e acabei por perder). Mas vivi! E ainda vivo! Não passo pela vida e também tu não deverias passar! Bom é lutar com determinação, abraçar a vida com paixão, perder com classe e vencer com ousadia. Porque o mundo pertence a quem se atreve e a vida é muito para ser insignificante.
Vive!’
Augusto Branco.    (via atraidor)

(via atraidor)

meu beijo é bom quer testar?

(via oh-potencia)

Ah,
mas cá entre nós,
qual a tua graça sem mim?
E onde fica o meu brilho sem você?
Afinal, quem somos nós sem nós?
Capitule.   (via o-teimoso)

(via o-teimoso)

Amigo não some, amigo não mente, amigo não te abandona, não acredita no que vem dos outros, amigo não te esquece. Amigo é amigo, filho da puta é filho da puta.

Porque dobrar a roupa, se você pode juntar todas elas num bolo só, e jogar no armário e segurar o amontoado com a mão e fechar a porta com a outra.

(via a-tia-do-xerox)

Aquele momento em que você não sabe se a pessoa escreveu errado de propósito ou não sabe escrever.

(via o-lerdo)